domingo, 17 de setembro de 2017

VIAGEM MUNDO SETEMBRO 2017

VIAGEM MUNDO SETEMBRO  2017 

SEVILHA  ESPANHA 

Resultado de imagem

GOA ÍNDIA 

Resultado de imagem

NÁPOLES ITÁLIA 

Resultado de imagem

CIDADE RODRIGO ESPANHA

Resultado de imagem

ADIS ABEBA ETIÓPIA 

Resultado de imagem para Adis Abeba

CHICAGO EUA

Resultado de imagem

GORDES  FRANÇA 

Resultado de imagem

sábado, 16 de setembro de 2017

VIAGEM MUNDO SETEMBRO 2017

VIAGEM MUNDO  SETEMBRO  2017
EUA

BATON ROUGE 

Baton Rouge é a capital do estado norte-americano da Luisiana, situada na Paróquia de East Baton Rouge. Foi fundada em 1699, e incorporada em 16 de janeiro de 1817.
Segundo o censo nacional de 2010[1], a sua área é de 204,9 km², dos quais 5,6 km² estão cobertos por água. Sua população é de 229 493 habitantes, e sua densidade populacional é de 1 151,50 hab/km². A cidade possui 100 801 residências, que resulta em uma densidade de 505,78 residências/km². É o centro de uma região metropolitana de 802 484 habitantes.
Baton Rouge tem sido, historicamente, a segunda cidade mais populosa do estado. Porém, a evacuação de muito dos habitantes de New Orleans - oficialmente, segundo o censo de 2000, a cidade mais populosa do estado - após o Furacão Katrina, em 2005, fez de Baton Rouge a cidade mais populosa. Com o Furacão Katrina, a população de Baton Rouge - bem como a paróquia onde a cidade se localiza - quase duplicou, por causa dos "refugiados" de New Orleans. Em 1980, a população da cidade era de 219 486 habitantes, e em 1990, de 219 mil habitantes. Uma estimativa de 2004 estima a população da cidade em 224 097 habitantes.
O nome da cidade foi-lhe dado pelos franceses, primeiros colonizadores europeus desta região, e parece estar relacionada com um poste vermelho que os habitantes indígenas da área ali teriam como marca da sua ocupação.
Baton Rouge encontra-se na margem oriental do rio Mississippi, para onde correm numerosos bayous, ou ribeiros lentos que podem formar pântanos.
A cidade localiza-se 128 quilômetros distante do Golfo do México e possui um clima subtropical. Desastres naturais não são comuns na cidade; terremotos e tornados são raros na região e enchentes não são perigosas devido ao fato que as regiões mais povoadas da cidade estejam localizadas em morros, e embora furacões costumam abater-se sobre a região, estes costumam perder muito de sua força ao atingir a cidade.
Na cidade existem duas das principais universidades do estado: a Louisiana State University e a Southern University, esta última uma universidade historicamente negra.
Resultado de imagem
UGANDA

KAMPALA 

Kampala ou Campala[1][2][3] é a capital e a maior cidade do Uganda. Localiza-se nas margens do Lago Vitória, a 1220 metros de altitude. Tem cerca de 1,504 milhão de habitantes. Foi fundada em 1890 pelos britânicos e tornou-se capital do país em 1962. A cidade se localiza no Uganda, que é considerado um país parcialmente pobre, a maioria da população vive da agricultura
Resultado de imagem
SUÉCIA

ESTOCOLMO

Estocolmo (em suecoLoudspeaker.svg? Stockholmpronunciado: [ˈstɔkːˈɔlm, ˈstɔkˈhɔlm]) é a capital e segunda maior cidade da Suécia.[3]
É a sede do governo sueco, representado na figura do Riksdagen, o parlamento nacional do país, além de ser a residência oficial dos membros da monarquia sueca. Em 2008, a área metropolitana de Estocolmo era o lar de cerca de 21% da população da Suécia e contribuía com mais de 1/3 do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Segundo dados de 2010, a cidade de Estocolmo propriamente dita tinha uma população de 807 311 habitantes, enquanto que a área urbana (em sueco tätort) tinha cerca de 1,3 milhão de moradores, e sua região metropolitana, a maior aglomeração urbana do país, que engloba as demais cidades periféricas ou próximas de Estocolmo, além dela própria, cerca de 2 milhões[4].
Estocolmo é o maior e mais importante centro urbanoculturalpolíticofinanceirocomercial e administrativo da Suécia desde o século XIII. Sua localização estratégica sobre 14 ilhas no centro-sul da costa leste da Suécia, ao longo do lago Mälaren, tem sido historicamente importante. Uma vez que a capital sueca está situada sobre ilhas conhecidas por sua beleza, a cidade é destino de turistas de todo o mundo, tendo sido apelidada nos últimos anos de "Veneza do Norte". Estocolmo é conhecida pelos seus edifíciosmonumentos extremamente bem preservados, por seus arborizados parques, por sua riquíssima vida cultural e gastronômica, e pela gigantesca qualidade de vida que oferece a seus moradores.[5] Há décadas, Estocolmo figura como uma das cidades mais visitadas dos países nórdicos, com mais de um milhão de turistas internacionais anualmente.[6] Nos últimos anos, tem sido citada entre as cidades mais "habitáveis" do mundo, sendo uma das mais limpasorganizadas e seguras do mundo.
Resultado de imagem para Estocolmo
UCRÂNIA

KIEV 

Kyiv (pronúncia em português[ˈkɪjiw]; em ucranianoКиївKyivpronunciado: [ˈkɪjiw] ( ouvir); em russoКиевKievpronunciado: [ˈkʲiɪf])[nota 1]é a capital e maior cidade da Ucrânia, localizada na região centro-norte do país, às margens do rio Dniepre. É uma das maiores e mais antigas cidades da Europa. De acordo com estimativas oficiais, a população da cidade em 1 de janeiro de 2009 era de 2 765 500 habitantes,[2] embora outras fontes não oficiais indiquem uma população maior.[3] O último censo de 5 de dezembro de 2001, registrou 2 611 300 habitantes.[1] Kyiv possui governo e estatuto especial determinado por lei e está diretamente subordinada ao governo central da Ucrânia, apesar de ser a sede do governo do óblast de Kyiv.
Kyiv é um importante centro industrial, científico, educacional e cultural da Europa Oriental. Abriga diversas indústrias de alta tecnologia, instituições de educação superior e monumentos históricos famosos. A cidade dispõe de ampla infraestrutura e de um sistema de transporte público altamente desenvolvido, que inclui o metro de Kyiv.
Ao longo da história, Kyiv, uma das cidades mais antigas da Europa Oriental, passou por diversas fases de grande proeminência e de relativa obscuridade. A cidade parece haver sido fundada no século V como um posto comercial na terra dos primeiros eslavos orientais. Ganhou importância aos poucos, tornando-se o centro da civilização eslava oriental, até passar a ser a capital política e cultural do Principado de Kyiv, entre os séculos X e XII. Completamente destruída durante a invasão mongol de 1240, a cidade perdeu grande parte de sua influência nos séculos seguintes. Tornou-se uma capital provincial de pouca relevância na periferia dos territórios controlados por vizinhos mais poderosos: primeiramente, o Grão-Ducado da Lituânia, seguido da Polônia e da Rússia. A cidade voltou a prosperar durante a revolução industrial russa, no final do século XIX. Após o período turbulento que se seguiu à Revolução Russa de 1917, Kyiv passou a ser uma cidade importante da República Socialista Soviética da Ucrânia e, a partir de 1934, sua capital. Durante a Segunda Guerra Mundial, Kyiv voltou a sofrer danos pesados, mas recuperou-se rapidamente no pós-guerra e continuou a ser a terceira maior cidade da URSS. Com o colapso da União Soviética e a independência da Ucrânia em 1991, Kyiv manteve-se como capital do país.
Resultado de imagem
AFRICA DO SUL 

CIDADE DO CABO

Cidade do Cabo (em inglêsCape Town; em africânerKaapstad; em xhosaiKapa) faz parte do Município metropolitano da Cidade do Cabo, na província do Cabo Ocidental, na África do Sul. É a capital legislativa do país, onde o Parlamento Nacional e muitos escritórios do governo estão localizados. Também é a capital da província. É a segunda cidade mais populosa do país, ficando atrás apenas de Joanesburgo. A Cidade do Cabo é famosa pelo seu porto natural, incluindo marcos bem conhecidos, como a montanha da Mesa e a baía da Mesa, sendo um dos mais populares destinos turísticos nacionais.[1]. É o segundo mais populoso núcleo urbanofinanceiro e culturaldo país, depois de Joanesburgo.
Localizada na costa da Baía da Mesa, a Cidade do Cabo foi utilizada pela Companhia Holandesa das Índias Orientais como uma estação de abastecimento de navios holandeses que navegavam para a África OrientalÍndia e o Extremo OrienteJan van Riebeeck chegou à região em 6 de abril de 1652 e estabeleceu o primeiro assentamento europeu permanente na África do Sul. A Cidade do Cabo desenvolveu-se rapidamente, tornando-se o polo econômico e cultural da Colônia do Cabo. Até a febre do ouro de Witwatersrand, que resultou no desenvolvimento de Joanesburgo, a Cidade do Cabo era a mais populosa cidade sul-africana.
A cidade é um importante polo comercial e industrial, tendo um dos principais portos do país. Sua economia é baseada nos setores de refinação de petróleoautomóveis, alimentar, químico, têxtil e construção naval. Consequentemente, é considerado o segundo maior centro financeiro, econômico e comercial da África do Sul, ficando atrás apenas de Joanesburgo.
Em 2007, a cidade tinha 3,5 milhões de habitantes.[2] A área da Cidade do Cabo estende-se por 2455 quilômetros quadrados, sendo maior do que outras cidades da África Austral, resultando em uma menor densidade populacional, cerca de 1425 habitantes por quilômetro quadrado.[3]
Resultado de imagem
FRANÇA

ESTRASBURGO

Estrasburgo (em francês Strasbourg, em alemão Straßburg, pronúncia em alsaciano Strossburi) é uma comuna situada no leste da França, na margem esquerda do Rio Reno. É a capital da região administrativa do Grande Leste e do département (departamento) do Bas-Rhin (Baixo-Reno).
A aglomeração urbana prolonga-se até a Alemanha, à cidade de Kehl, que é o espelho geográfico de Estrasburgo do lado oposto do Reno.
Resultado de imagem
DINAMARCA 

COPENHAGA 

Copenhaga (português europeu) ou Copenhague (português brasileiro) (em dinamarquêsLoudspeaker.svg? Københavnpronunciado: [kʰøb̥ənˈhɑʊ̯ˀn, kʰøb̥m̩ˈhɑʊ̯ˀn], que significa "porto do mercador") é a capital e maior cidade da Dinamarca, com uma população urbana de 1 213 822 habitantes (2012)[1] e uma população metropolitana de 1 935 746 habitantes (2012).[2] Copenhague situa-se nas ilhas da Zelândia e Amager.
Resultado de imagem para Copenhaga
PORTUGA

LISBOA 

Lisboa GCTE é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país. Tem uma população de 506 892 habitantes,[2] dentro dos seus limites administrativos. Na Área Metropolitana de Lisboa, residem 2 821 697 pessoas (2011), sendo por isso a maior e mais populosa área metropolitana do país. Lisboa é o centro político de Portugal, sede do Governo e da residência do chefe de Estado. É o "farol da lusofonia" (Daus): a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) tem a sua sede na cidade. É ainda a capital mais a ocidente do continente europeu na costa atlântica.
O estatuto administrativo da cidade foi originalmente concedido pelo ditador Júlio César enquanto município romano. O imperadoracrescentou orgulhosamente à palavra “Olisipo”, que deu origem ao nome de Lisboa, a designação "Felicidade Júlia" (Felicitas Julia), em sua memória.
Lisboa é considerada como cidade global devido à sua importância em aspectos financeiros, comerciais, mediáticos, artísticos, educacionais e turísticos.[3][4] É um dos principais centros económicos do continente europeu, graças a um progresso financeiro crescente favorecido pelo maior porto de contentores da costa atlântica da Europa[5] e mais recentemente pelo Aeroporto Humberto Delgado, que recebe mais de 20 milhões de passageiros anualmente (2015). Lisboa conta com uma rede de auto-estradas e um sistema de ferrovias de alta velocidade (Alfa Pendular), que liga as principais cidades portuguesas à capital.[6] A cidade é a sétima mais visitada do sul da Europa, depois de IstambulRomaBarcelonaMadridAtenas e Milão, com 1 740 000 de turistas em 2009, tendo em 2014 ultrapassado a marca dos 3,35 milhões. A nível global, Lisboa foi a 35.ª cidade com maior destino turístico em 2015, cerca de 4 milhões de visitantes.[7][8] Em 2015, foi considerada a 11.ª cidade turística mais popular, à frente de MadridRio de JaneiroBerlim e Barcelona.[9]
região de Lisboa é a mais rica do país, com um PIB PPC per capita de 26 100 euros (4,7% maior do que o PIB per capita médio da União Europeia). A sua área metropolitana é a vigésima mais rica do continente, com um PIB-PPC no valor de 58 mil milhões de euros, o que equivale a cerca de 35% do PIB-PPC total do país.[10] Lisboa ocupa o 122.º lugar entre as cidades com maiores receitas brutas do mundo.[11] A maioria das sedes das multinacionais instaladas em Portugal encontram-se na região de Lisboa, a nona cidade do mundo com maior número de conferências internacionais.[12]
Resultado de imagem
TIMOR LEITE 

DÍLI 

Díli (em tétumDili) é a capital de Timor-Leste, sede do município homónimo e de um dos três bispados do país: a Diocese de Díli. Situa-se na costa norte da ilha de Timor, a mais oriental das Pequenas Ilhas da Sonda.[3] Díli é o principal porto e centro comercial e administrativo de Timor-Leste e tem uma população de 277 279 habitantes, de acordo com o censo de 2015, realizado no país pela Direção-Geral de Estatística.[2] O aeroporto internacional em Comoro foi recentemente rebatizado em honra do líder independentista Nicolau dos Reis Lobato.
Resultado de imagem
EUA 

TEXAS

Texas é um dos 50 estados dos Estados Unidos, localizado na região sul do país. Possui como limites o estado de Oklahoma ao norte, Novo México ao oeste, Arkansas ao nordeste, Louisiana ao leste e pelo México ao Sul. O apelido do Texas é Lone Star State, por causa da estrela solitária na bandeira. A palavra Texas deriva de Tejas, uma palavra indígena que significa "amigos".
O Texas é o segundo maior estado dos Estados Unidos e o maior entre os 48 dos Estados Unidos Contíguos Continentais. Com seus 695 621,06 km²,[2] é maior do que os territórios da Alemanha e da Polônia juntas. O Texas também é o segundo estado mais populoso do país; com aproximadamente 25 milhões de habitantes e com uma população crescendo rapidamente devido à imigração, possui mais habitantes do que qualquer outro estado norte-americano com exceção da Califórnia.
Geograficamente, o Texas é um estado de contrastes. Enquanto as partes norte e leste estão cobertas por vários rioslagos e florestase possuem um clima propício à agricultura, as partes sul e oeste possuem um clima mais árido, desértico em várias regiões. Foi nestas áreas escassamente povoadas que os Cowboys surgiram, com o intuito de cuidar do gado da região, bem como defendê-lo de ataques indígenas. Os Cowboys tornaram-se rapidamente um símbolo do estado e até hoje existem em várias áreas rurais.
O Texas foi explorado e colonizado inicialmente pelos espanhóis. Passou ao controle mexicano quando o México tornou-se independente da Espanha, em 1821. A crescente migração de norte-americanos para o Texas fez com que movimentos pró-secessão do México crescessem. Em 1836, uma rebelião em Álamo foi extinguida pelos mexicanos, que mataram todos os norte-americanos participantes desta rebelião, com exceção de algumas mulheres, crianças e escravos. Os mortos em Álamo tornaram-se heróis no Texas e nos Estados Unidos. Ainda no mesmo ano, o Texas tornou-se independente do México, tornando-se uma república. Nove anos depois, tornou-se um estado norte-americano, sendo admitido como o vigésimo oitavo estado da União em 29 de dezembro de 1845.
Atualmente, a economia do Texas possui um importante papel na economia norte-americana. Inicialmente um estado agropecuário, desde o início do século XX sua economia diversificou-se e atualmente, são as indústrias petrolífera e aeroespacial, bem como o setor financeiro, que possuem maior importância na economia do Texas.
Resultado de imagem para texas cidade

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

EUROPA 2017

EUROPA 2017

ESPANHA 

CÁDIS 

https://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A1dis
Cádis (em espanholCádiz)[1] é uma cidade no sul de Espanha, banhada pelo Oceano Atlântico. Pertence à Comunidade Autónoma Andaluza, estando situada exactamente a uma longitude de 06° 17´ W (Greenwich) e a uma latitude de 36° 32´ N. Possui um climaintermédio, variando entre o mediterrânico e o Atlântico Europeu, com uma média de temperatura anual de 18 °C e 74 dias de chuva.
A província onde a cidade se localiza exactamente tem a baía de nome idêntico e ocupa 592 km², com uma população ligeiramente inferior a meio milhão de habitantes. Depois da cidade de Jerez, que é a cidade mais povoada da província, Cadis é atualmente a segunda, muito perto de Algeciras [2].
É também um porto comercial e ponto industrial de grande importância ao longo dos séculos XVIII e XIX.
Devido ao seu porto, possui indústrias variadas, como as do fabrico de bebidas alcoólicas, conservas, sapatosperfumes e tabaco, além do turismo.
Cadiz Puertas de tierra20-01-2005.jpg

ANDALUZIA 

Andaluzia (em espanholAndalucía) é uma comunidade autônoma de Espanha. Está localizada na parte meridional do país. É limitada, a Oeste, por Portugal; a norte, pela EstremaduraCastilla-La Mancha e Múrcia; e, a Sul por Gibraltar e é banhada por Oceano Atlântico e Mar Mediterrâneo, numa costa com cerca de 910 quilômetros. A sua capital é a cidade de Sevilha, onde tem, a sua sede, a Junta de Andaluzia, enquanto que o Tribunal Superior de Justiça de Andaluzia tem a sua sede na cidade de Granada.
O seu nome provém de Al-Andalus, nome que os muçulmanos davam à Península Ibérica no século VIII. É a segunda maior comunidade autônoma espanhola e a mais populosa. Tornou-se comunidade autónoma em 1982. Segundo o seu estatuto autonômico, possui a condição de "nacionalidade histórica".
Resultado de imagem
ROMÊNIA

 BUZAU (DISTRITO) 

Geografia 

Buzău possui área total de 6.103 km². Na parte norte estão as montanhas do sul dos Cárpatos orientais - os montes Vrancea e os montes Buzău, com altitudes acima dos 1.700 metros. As altitudes diminuem no sul e no leste passando pelas colinas subcarpatianas até a planície Bărăgan de aproximadamente 80 metros de altitude.
O principal rio que corta o distrito é o Buzău, que reúne as águas de muitos riachos das montanhas e flui para leste, desaguando no rio Siret. A área é propensa a inundações, a do verão de 2005 destruiu a principal ponte em Mărăcineni, a norte de Buzău.
Resultado de imagem

ARMÊNIA 

EREVAN 

Erevan,[2] Erevã,[nt 1] Ierevan[nt 2] ou Ierevã[7] (em arménioԵրեւանtransl.: ErevanHye-Yerevan.ogg [jɛɾɛˈvɑn] ) é a capital e maior cidade da Armênia, além de uma das cidades mais antigas continuamente habitadas do mundo.[8] Localizada ao longo do rio Hrazdan, Yerevan é o centro administrativo, cultural, e industrial do país. É a capital desde 1918, a décima terceira da história da Armênia, e a sétima localizada dentro ou em volta da planície de Ararat.
A história de Erevan remonta-se ao século VIII a.C., com a fundação da fortaleza de Erebuni em 782 a.C., no reinado de Argisti I, no extremo oeste da planície de Ararat.[9] Erebuni foi descrita como um "grande centro religioso e administrativo, uma capital inteiramente real."[10] De 1736 a 1828, durante o domínio iraniano sobre a Armênia Oriental, foi o centro do canato de Erevã. Em 1828, tornou-se parte do Império Russo, junto com o resto da Armênia Oriental, após a Guerra russo-persa de 1826–1828. Após a Primeira Guerra Mundial, Erevan tornou-se a capital da Primeira República da Armênia após o influxo de milhares de sobreviventes do genocídio armêniono Império Otomano.[11] A cidade teve uma rápida expansão no decorrer do século XX, parte da história na qual a Armênia fazia parte da União Soviética. De uma cidade provincial do Império Russo, em poucas décadas, Erevan transformou-se no principal centro cultural, artístico e industrial da Armênia, bem como a sede do governo nacional.
Com o crescimento da economia do país, Erevan vem experimentando uma grande transformação, com muitas partes da cidade recebendo novas construções e empreendimentos desde o início da década de 2000, com a multiplicação de outlets, restaurantes, mercados e cafés, que eram raros no período soviético.
A população oficial de Erevan é de 1 060 138 habitantes (2011), cerca de 35% da população total do país. Segundo a estimativa oficial para 2016, a população atual da cidade é de 1 073 700 habitantes.[12]
Erevan foi nomeada a Capital Mundial do Livro de 2012 pela UNESCO.[13]
Resultado de imagem

ALEMANHA 

 BERLIM 

Berlim (em alemão Berlin) é a capital e um dos dezesseis estados da Alemanha. Com uma população de 3,5 milhões dentro de limites da cidade, é a maior cidade do país, além de ser a segunda mais populosa e a sétima área urbana mais povoada da União Europeia.[2] Situada no nordeste da Alemanha, é o centro da área metropolitana de Berlim-Brandemburgo, que inclui 5 milhões de pessoas de mais de 190 nações.[3] Localizada na grande planície europeia, Berlim é influenciada por um clima temperado sazonal. Cerca de um terço da área da cidade é composta por florestas, parques, jardins, rios e lagos.[4]
Documentada pela primeira vez no século XIII, Berlim foi sucessivamente a capital do Reino da Prússia (1701-1918), do Império Alemão (1871-1918), da República de Weimar (1919-1933) e do Terceiro Reich (1933-1945).[5] Após a Segunda Guerra Mundial, a cidade foi dividida; Berlim Oriental se tornou a capital da Alemanha Oriental, enquanto Berlim Ocidentalse tornou um exclave da Alemanha Ocidental, cercada pelo muro de Berlim, entre os anos de 1961-1989, enquanto a cidade de Bona tornou-se a capital da Alemanha Ocidental.[6] Após a reunificação alemã em 1990, a cidade recuperou o seu estatuto, como a capital da República Federal da Alemanha, sediando 147 embaixadas estrangeiras.[7][8]
Berlim é uma cidade global e um dos mais influentes centros mundiais de cultura, política, mídia e ciência.[9][10][11] Sua economia é baseada principalmente no setor de serviços, abrangendo uma variada gama de indústrias criativas, as corporações de mídia e locais de convenções. Berlim também serve como um hub continental para o transporte aéreo e ferroviário,[12][13] e é um destino turístico popular.[14] As indústrias significativas incluem TI, farmacêuticas, engenharia biomédica, biotecnologia, eletrônica, engenharia de tráfego e energia renovável.
A cidade serve como um importante centro do transporte continental e é a sede de algumas das mais importantes universidades, eventos esportivos, orquestras e museus.[15] O rápido desenvolvimento da metrópole atraiu uma reputação internacional aos seus festivais, arquitetura contemporânea e vida noturna, sendo um grande centro turístico e moradia para pessoas de 180 nações diferentes.[16][17]
Resultado de imagem