domingo, 29 de janeiro de 2017

Manila

MANILA FILIPINAS  

Manila (em filipino: Maynilà, pronunciado: [majˈnilaʔ]; em inglêsManilapronunciado em inglês filipino: [məˈnɪlə]) é a capital das Filipinas e a segunda cidade do país em número de habitantes. A cidade está situada na costa oriental da baía de Manila, junto à desembocadura do rio Pasig, na ilha de Luzon.
Ocupando uma área total de 38,3 km [1] é a segunda cidade mais populosa das Filipinas, com mais de 1,6 milhões de habitantes. Apenas a vizinha Quezon, a antiga capital do país é mais populosa. A área metropolitana é a segunda mais populosa do Sudeste Asiático.[2]
Foi fundada em 24 de junho de 1571 pelo conquistador espanhol Miguel López de Legazpi, havendo sofrido ao longo de sua história diversos episódios bélicos, que provocaram a perda de parte de seu rico patrimônio arquitetônico e cultural.
Manila é também a sede de diversas universidades, assim como de um amplo elenco de entidades culturais do país, sendo classificada como cidade global "gama" pela Globalization and World Cities Study Group and Network (GaWC).[3]

História 

Dominação espanhola 

Na margem meridional do rio Pasig encontra-se a cidade original, Intramuros, fundada em 1571 e que, apesar da destruição levada a cabo pelos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, contém ainda notáveis exemplos da arquitetura espanhola do século XVII, junto a uma muralha que a rodeia e que se começou a construir em 1590, durante o governo de Gómez Pérez das Mariñas.
Manila, antes da chegada dos espanhóis, era um enclave muçulmano no qual já se desenvolvia um florescente comércio com a China e outros pontos da Ásia Oriental. Em 1570, depois de ter sido obrigado a retirar-se de Cebu por piratas portugueses, López de Legazpi, sabendo de uma próspera cidade muçulmana em Luzón, decidiu fazer dela sua capital. Para tanto, enviou seu tenente, Martín de Goiti para que localizasse o sultanato e averiguasse seu potencial econômico. Goiti ancorou sua frota em Cavite, e tentou estabelecer a autoridade da coroa espanhola por meios pacíficos, enviando uma mensagem de amizade ao rajá Suleiman II. O soberano respondeu que queria estabelecer laços amigáveis com os espanhóis, mas que não se submeteria aos invasores e não se tornaria um súdito do rei espanhol.[5] Os conquistadores entenderam essa resposta como um ato de guerra e depois de requisitar reforços, atacaram os muçulmanos em junho de 1570. Após conquistarem a cidade, Goiti voltou a Panay, onde se encontrava o governador. Finalmente, em 1571, Legazpi, retornou com suas tropas para estabelecerem-se definitivamente.[6] Os muçulmanos atearam fogo à cidade e a abandonaram, instalando-se em Tondo e outros povoados vizinhos. Em 9 de junho de 1571 começou a construção do forte.

Geografia 

Manila ocupa uma posição única nas Filipinas, tanto por ser a capital do país como por ser igualmente a capital de sua área metropolitana, composta por várias cidades e treze municípios. Limita ao norte com as cidades de Navotas e Caloocan, a nordeste com Cidade Quezón e San Juan del Monte e ao sul com a cidade de Pasay. A oeste da cidade encontra-se a maravilhosa baía de Manila.
Situada na costa oriental da vasta e profunda baía homônima, bem protegida pela península de Bataan e fechada sua saída ao mar da China pelo ilhéu de Corregidor, estende-se na desembocadura do rio Pasig que a divide em duas partes. Ao sul se encontra o antigo centro espanhol de Intramuros, solar da cidade amuralhada. No norte encontram-se os modernos bairros residenciais e comerciais. A zona industrial concentra-se na região portuária.

Clima 

No sistema de classificação climática de Köppen-Geiger, Manila possui um clima tropical de savana (do tipo Am) próximo do clima tropical de monções (Aw). Devido à sua localização geográfica próxima à Linha do Equador, as temperaturas ficam raramente abaixo de 20 °C ou acima de 38 °C.
Manila tem uma estação seca de dezembro a abril, e uma estação chuvosa relativamente longa, que abrange o restante do ano com temperaturas elevadas. Na estação chuvosa raramente chove o dia todo, mas a precipitação é muito intensa durante períodos curtos. Os tufões podem ocorrer entre junho e setembro, causando inundações em partes da cidade. Os níveis de umidade são elevados todo o ano, mesmo durante o período seco.[8]

Cidades-irmãs

Rússia MoscouRússia
China PequimRepública Popular da China
Peru LimaPeru
Resultado de imagem para manila filipinas
Resultado de imagem para manila filipinas
Resultado de imagem para manila filipinas
Resultado de imagem para manila filipinas