segunda-feira, 20 de março de 2017

GUARAREMA SP

GUARAREMA SP 

https://pt.wikipedia.org/wiki/Guararema

Guararema é um município da Região Metropolitana de São Paulo, no estado de São Paulo, no Brasil. Geograficamente, está situada entre o Alto Tietê e o Vale do Paraíba. Pertence à Zona Leste da Grande São Paulo, em conformidade com a lei estadual nº 1 139, de 16 de junho de 2011[7] e, consequentemente, com o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São Paulo (PDUI)[8].
Com uma população de 25 844 habitantes (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística/2010), possui uma área de 270,816 quilômetros quadrados, o que resulta numa densidade demográfica de 95,43 habitantes por quilômetro quadrado. Segundo estimativa do IBGE, em 2013 a população de Guararema chegou a 27 679 habitantes, o que resulta em uma densidade demográfica estimada de 102,2 habitantes por quilômetro quadrado.[4]

História 

Em 1560, Braz Cubas descobriu ouro em vasta sesmaria, que chegava quase à margem esquerda do rio Anhembi (Tietê), durante uma de suas entradas pelo sertão. A descoberta foi prontamente comunicada ao rei de Portugal por uma carta datada de 25 de abril de 1562. Posteriormente, Braz Cubas desceu pelo curso do rio Paraíba do Sul. Segundo o historiador Isaac Grinderg, este foi o primeiro homem a pisar nesse solo, apesar de a informação ser controversa.
Em 1611, Gaspar Vaz, filho de Brás Cardoso, fundou o aldeamento da Escada, que reunia índioscatequizados. A localidade tornou-se ponto de passagem obrigatória para todos os que iam de São Paulo ao Rio de Janeiro ou vice-versa. Em 1625, o aldeamento passou à administração dos jesuítas. Em 1652, os padres erigiram a primeira capela na vila, a Igreja da Freguesia da Escada.[9]
No primeiro século de existência, a igreja dos jesuítas foi a única da vila e o centro do povoado. Em 1734, chegaram os franciscanos, que construíram um convento. Em 1872, a localidade foi elevada à condição de distrito de paz. A situação política começou a mudar a partir de 1875, quando dona Laurinda de Souza Leite, a fim de auxiliar uma ex-escrava, doa terras a Maria Florência, que passa a liderar o processo de construção da atual Igreja Matriz. Com o auxílio de outras pessoas e usando algumas de suas economias, Maria Florência conseguiu terminar a construção da Capela de São Benedito em pouco tempo. Com isso, foram se estabelecendo outros moradores nas adjacências da capela, formando-se um vilarejo que recebeu o nome de Guararema, do tupi gwra'rema, que significa "madeira mal-cheirosa", devido à grande quantidade na região de uma espécie de árvore com esta característica, conhecida como pau-d'alho.[1]
O povoado que se formou em torno dessa igreja cresceu ainda mais com a Estrada de Ferro Central do Brasil, que foi inaugurada em julho de 1876, no trecho entre Mogi das Cruzes e Jacareí. Com a passagem da estrada de ferro pela vila, ela transforma-se em sede e imigrantes de vários países passaram a morar na vila.[10] A emancipação da vila à categoria de município ocorreu pela Lei n.º 528, de 3 de junho de 1898.[1]

Geografia 

Altitude: 585 metros Área total: 270,5 quilômetros quadrados Densidade demográfica: 95,60 habitantes por quilômetro quadrado

Hidrografia 

Outros Pontos de Interesse Turístico 

  • Passeio Cultural (Guararema-Luís Carlos) [12]
  • Cachoeira do Zecão
  • Cachoeira Valparaíba
  • Cachoeira Barão

Rodovias 

Ver também 

Resultado de imagem para Guararema

Resultado de imagem para Guararema

Resultado de imagem para Guararema

Resultado de imagem para Guararema

Resultado de imagem para Guararema

Resultado de imagem para Guararema

Resultado de imagem para Guararema

Resultado de imagem para Guararema

Resultado de imagem para Guararema