domingo, 18 de junho de 2017

JAPÃO

 JAPÃO

Hyōgo (兵庫県, Hyōgo-ken?) é uma província do Japão, na região de Kinki, na ilha de Honshu. A capital provincial é Kōbe.

História 

A atual área da prefeitura de Hyōgo incluía as províncias de HarimaTajima e Awaji, além de partes das províncias de Tamba e Settsu.
Em 1180, próximo do final do período Heian, o Imperador AntokuTaira no Kiyomori e a corte Imperial moveram-se para Fukuhara, onde hoje se encontra a cidade de Kōbe. A capital permaneceu em Fukuhara por cerca de cinco meses.
A região sul da prefeitura foi severamente devastada pelo sismo de magnitude 7,2 na escala de Richter, em 1995, destruindo grandes partes de Kōbe e Awaji, assim como Takarazuka e a prefeitura de Ōsaka.

Geografia 

Hyōgo é banhada por dois mares: o Mar do Japão, ao norte, e o Mar Interior, ao sul. A porção norte da prefeitura é pouco povoada, exceto pela cidade de Toyooka, e porção central é formada por pequenos vilarejos. Grande parte da população vive na costa sul, que faz parte da área metropolitana de Ōsaka-Kyōto-Kōbe. A Ilha Awaji, localizada no Mar Interior, entre as ilhas de Honshū e Shikoku, também faz parte da prefeitura.
O clima em Hyōgo é quente e úmido no verão. No inverno, a parte norte costuma ter grandes quantidades de neve, enquanto o litoral sul tem relativas quedas de temperatura.
Hyōgo faz fronteira com as prefeituras de Ōsaka e Kyōto, à leste, e Tottori e Okayama, à oeste

Turismo 

Kōbe é um dos principais destinos turísticos, pois fica muito próxima de Kyōto e Ōsaka. Também existem castelos antigos. Na cidade de Himeji fica o castelo de Himeji, tombado como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO em 1993.
Na região norte da província de Hyogo, nos arredores do litoral, encontram-se o Onsen de KinosakiIzushi e o Onsen de Yumura.

Castelo de Himeji

Castelo de Himeji (em japonêsHimeji-jo, 姫路城; -jō), também conhecido como Hakurojō ou Shirasagijō devido ao seu brilhante exterior branco, é um complexo palaciano com 82 edifícios de madeira, localizado na cidade de Himeji, Província de Hyogo, no Japão.
Uma das mais antigas estruturas ainda existentes do Período Sengoku, é considerado como um Tesouro Nacional do Japão, tendo sido classificado como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, em Dezembro de 1993. Juntamente com o Matsumoto-jo e com o Kumamoto-jo, é um dos "Três Famosos Castelos" do Japão e o mais visitado do país.

História 

Em 1580Toyotomi Hideyoshi tomou controle do mal tratado castelo, e Kuroda Yoshitaka construiu uma torre com três andares. Depois da Batalha de Sekigahara, em 1601Tokugawa Ieyasu concedeu o Castelo de Himeji a Ikeda Terumasa, o qual empreendeu um projecto de expansão que duraria nove anos, o qual trouxe ao castelo, grosso modo, a sua forma actual. "Apenas o portão Este de uma secção da segunda muralha" sobrevive do período anterior [1]. As últimas adições principais, o Círculo Ocidental, foi concluído em 1618.O castelo foi concebido e construído durante a Era Nanboku-cho do Período Muromachi. Nessa época, era chamado de Himeyama-jo (Castelo Himeyama). Em 1331Akamatsu Sadanori planeou um castelo na base do Monte Himeji, onde Akamatsu Norimura havia construído o templo de Shomyoji. Depois da queda de Akamatsu, durante a Guerra de Kakitsu, o Clã Yamana tomou conta, por um curto período, dos planos do castelo; a família Akamatsu regressou depois da Guerra de Ōnin.
O Castelo de Himeji foi um dos últimos domínios dos tozama daimyō no final do Período Edo. Esteve na posse dos descendentes de Sakai Tadasumi até à Restauração Meiji. Em 1868, o novo Governo do Japão enviou o Exército Okayama, sob o comando dos descendentes de Ikeda Terumasa, com ordens para bombardear o castelo com cartuxos vazios e expulsar os seus ocupantes.
O Décimo Regimento de Infantaria ocupou o conjunto em 1874 e o Ministério da Guerra tomou controle deste em 1879. A torre principal foi restaurada em 1910, com o custo de 90.000 yenes retirados dos fundos públicos.Quando se aboliu o sistema han, em 1871, o castelo foi vendido em leilão por um valor de 23 yenes (actualmente 153 dólares). No entanto, o custo de desmantelar o castelo era irrisório, e como resultado o complexo foi abandonado.
A cidade de Himeji foi bombardeada em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial. Apesar de a maior parte da área circundante ter sido completamente incendiada, o castelo sobreviveu sem sofrer danos, à excepção de alguns impactos das explosões nas redondezas.
Os esforços para restaurar o castelo começaram em 1956, e durante o processo foram usados, apenas, equipamentos e métodos tradicionais, tendo o restauro 

Himeji Castle The Keep Towers.jpg